Terça-Feira, 15 de Outubro de 2019
 

Operação desativa ligações clandestinas em Ilha Solteira

Durante a operação três pessoas foram presas em flagrante

Ilha Solteira - Na quarta-feira (28), equipes da Polícia Civil e da Elektro realizaram uma operação de combate ao furto de energia em Ilha Solteira. Foram identificadas cinco irregularidades em residências no bairro Santa Catarina. Três pessoas foram presas em flagrante.

No primeiro semestre de 2019, a concessionária desligou 6 mil ligações clandestinas, conhecidas como gatos, em casas e estabelecimentos comerciais. A empresa realiza a “Operação Varredura” nas 228 cidades atendidas pela empresa nos estados de São Paulo e do Mato Grosso do Sul. De janeiro a junho já foram feitas 34 mil inspeções que identificaram 2.700 casos de fraude na rede elétrica.

Como denunciar

Para reduzir os riscos e o furto de energia, a Elektro mantem um programa constante de inspeções. A empresa tem canais de denúncia para casos de fraudes e furtos, por meio dos quais é possível passar as informações anonimamente, como o 0800 701 0102 ou pelo site.

Orientação de segurança

Quem faz ligações clandestinas ou, como são chamados popularmente, “gatos” corre o risco de sofrer acidentes graves, muitas vezes fatais, pois envolve a manipulação de circuitos energizados. Um técnico da Elektro recebe horas de treinamentos específicos antes de atuar na rede elétrica.

Há também o risco de causar um curto-circuito que atinja a rede, podendo provocar o desligamento e a queima de equipamentos e eletrodomésticos da residência e da vizinhança.

A Elektro orienta que todos podem reduzir o valor da conta de luz mensal usando a energia elétrica de modo eficiente e evitando desperdícios, principalmente, na utilização de aparelhos, tais como chuveiros, ferros de passar roupas, condicionadores de ar, aquecedores e secadores, entre outros.

Sobre a Elektro

A Elektro é uma distribuidora de energia com atuação em 228 municípios, sendo 223 no Estado de São Paulo e cinco no Mato Grosso do Sul, em uma área de concessão de 121 mil quilômetros quadrados. A empresa tem 2,6 milhões de clientes (6 milhões de habitantes).